Romantismo no Brasil: Poesia

31 de Outubro de 2009 às 5:58 | Publicado em Literatura | Deixe um comentário

ROMANTISMO NO BRASIL: POESIA

O romantismo pode ser considerrado o período de revolução na vida literária no Brasil. Em termos didáticos, o ano de 1836 é o marco da literatura no Brasil. Grandes escritores foram descobertos de forma nacional e internacional: – É publicado os livros de poesias: “Saudades” e “Suspiros poéticos”, de Gonçalves de Magalhães. – Gonçalves Dias recebe destaque também na publicação da revista “Niteroi”, em París, juntamente com Araújo Porto-Alegre, Torres Homem e Pereira da Silva. ——————————————————-

AS  CARACTERISTICAS DO ROMANTISMO NO BRASIL :

Nessa época, o Brasil era um país essêncialmente agrário. Dependente do trabalho escravo, o Brasil era pouco povoado e a vida cultural como nop Rio de Janeiro era inexitente. Enquanto na Europa o Romantismo era caracterizado nos tempos medievais, no Brasil desenvouveu-se o indianismo (prática onde relatava a cultura índigena). O índio é idealizado, surge como símbolo de nacionalismo romantico.

————————————————-~

GERAÇÕES DE ROMANTISTAS:

No Brasil, a poesia Romantica desenvolveu-se na década de1830 á 1870.

1ª GERAÇÃO = Introdução do Romantismo no Brasil, Têm como representantes com Gonçalves Dias (o mesmo da revista Nitreroi e dos poemas “suspiros poeticos” e “saudades”, lembra?)

2ª GERAÇÃO = (Ultra- romantismo): Mergulhou na vida interior. Álvares de azevedo, , Casimiro de Abreu e Junqueira Freire.

3ª GERAÇÃO = Preoculpou-se com temas sociais, como: Fagundes Varela, Castro Alves e Sonsândrade.

—————————————————–

VIDAS HISTÓRICAS E LITERÁRIAS

Gonçalves Dias (1823 – 1864) – é lembrado como poeta indianista e um dos principais introdutores do Romantismo no Brasil. Foi o único que deu uma dimensão poética na vida do índio: Exautou seu sentimento de honra e valentia, sentimentos amorosos e descreveu sobre a destruição provocada pelos colonizadores brancos. Expressou com rarperícia o sentimento da solidao e do exílio e compôs poesias de religiosidade e sobre a naturesa. ==========================================

Alvares de Azevedo (1831 – 1852) – É o nome mais importantes do ultra-modernismo brasileiro (a segunda geração de romantistas nacionais), seus poemas falam sobre o tédio da vida, do sentimento de morte e da frustação amorosa. Ele relaciona mulheres á anjos, puras e virginais. Além de ser melancólico e sofredor, Alvares de azevedo tem também seu lado irônico e zombeteiro.

============================================

Casimiro de Abreu (1839 – 1860) – Tornou-se um dos povos mais populares do Brasil, graças a seu lirismo ingênuo e adolescente. EX: As primaveras.

=====================================

Castro Alves (1847 – 1871) – Revela uma libertação do ergocentrismo exagerado que marcou muitos poetas românticos. Ele se liga á terceira geração de romantistas, a poesia abolicioniasta é um dos destaques. este estilo declamatório (modo de ler um poema, declamar. Neste caso um espécie de melancolia), recebeu o nome de condoreirismo.

===========================================

Fagundes Varela (1841 – 1875) – Destacou-se por descrever em seus poemas de cunho social e poético, abrindo um filão que seria desenvolvido por Castro Alves, seu amigo.

Deixe um Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: